Sistema de Ignição

O motor de combustão interna, vem evoluindo nos últimos anos à medida que fabricantes de veículos aumentam sua eficiência diminuindo a poluição gerada. Esta evolução resultou em uma máquina  complicada, mas confiável.

Ponto de ignição:

O sistema de ignição  deve trabalhar em  harmonia com o resto do motor. O objetivo é que o combustível seja queimado no momento certo, de modo que os gases em expansão possam produzir o maior trabalho possível. Se o sistema de ignição gerar a centelha no momento errado, a potência diminui e o consumo de combustível e as emissões de gases poderão aumentar.

Obs: A centelha é disparada pela vela antes que o pistão atinja o ponto-morto superior.

A temperatura aumenta e o combustível é transformado em gases queimados, quando a mistura ar-combustível queima dentro do cilindro. Fazendo com que a pressão no cilindro aumente muito e o pistão seja forçado para baixo.

Deve-se maximizar a pressão no cilindro durante o curso útil para obter melhor torque e potência do motor. A eficiência do motor aumenta também quando ocorre a maximização da pressão. Assim, obtendo um consumo menor de combustível. O ponto de ignição é crítico para que tudo funcione bem, como planejado.

Há um retardo em relação ao tempo em que ocorre a centelha e o tempo em que toda a mistura ar-combustível é queimada e a pressão no cilindro atinge seu nível máximo. Quando a centelha ocorre exatamente no momento que o pistão atinge o final do curso de compressão, o pistão já vai ter se movido para baixo no sentido do curso de potência antes que os gases no cilindro chegam ao pico de pressão.

A centelha deve ocorrer antes que o pistão atinja o final do curso de compressão para utilizar o combustível da melhor maneira, pois no momento em que o pistão começar a descer em direção ao curso de potência  a pressão esteja alta o suficiente para começar a produzir trabalho útil.

A  maneira de maximizar o trabalho é aumentando a pressão ,já que o curso e a área do pistão são fixos. O tempo que a mistura ar-combustível leva para queimar é mais ou menos constante.  A velocidade dos pistões é diretamente proporcional à rotação do motor. Quanto mais rápido o motor gira, mais cedo ocorre a centelha. Quanto maior a rotação do motor, maior o avanço necessário- chamado de avanço de ignição.

Componentes que produzem a a centelha:

A vela- Fica no centro das quatro válvulas em cada cilindro. Ela força o arco elétrico por uma abertura, como um raio. Para atravessar a abertura e criar uma boa centelha a eletricidade deve ter uma tensão muito alta . Pode estar entre 40 mil e 100 mil volts.

A bobina -Um transformador de alta tensão formado por dois enrolamentos de fios. Um dos enrolamentos constitui a bobina principal. A bobina secundária fica enrolada em volta desta. A bobina secundária possui centenas de voltas a mais que a bobina principal .

O distribuidor- Responsável por diversas tarefas .A principal é distribuir a alta tensão da bobina para o cilindro correto.

 

sistema de ignição

Publicado em serviços automotivos Marcado com: ,