Férias! Mitos e verdades sobre como proceder com seu veículo no litoral

Com as férias de julho e dezembro, vem às recomendações antes de viajar. O veículo requer algum cuidado especial quando estamos lá? As regras de trânsito são diferentes? Vamos esclarecer as dúvidas mais comuns dos motoristas.

-Dirigir de sunga ou biquíni

Ainda não existe nenhuma restrição em relação à vestimenta dos motoristas. Na hora de sair da praia recomenda-se colocar uma toalha no banco, para não molhar a espuma do veículo.

-Proibido dirigir descalço no litoral

É permitido sim. Não pode é usar calçado sem apoio no calcanhar.

Guiar descalço pode ser desconfortável para alguns motoristas, mas é melhor do que levar uma multa e perder quatro pontos na carteira de motorista.

-Água salgada estraga o veículo

O sal ataca a lataria do seu veículo, provocando corrosão precoce do material. Evite que seu automóvel vire uma caixa de ferrugem após as férias.

– O consumo do veículo muda na praia

Muda sim, o veículo fica mais econômico perto do mar. Quanto maior a pressão atmosférica mais ar é admitido pelo motor, melhorando a combustão e reduzindo o consumo de combustível. Mas não aposte muito, a diferença é quase imperceptível, pois a injeção eletrônica adapta o funcionamento do motor do carro automaticamente.

-Andar com o automóvel na praia

A resposta varia de acordo com a região. O CTB ainda não tem restrições para o tráfego de veículos na faixa da areia. Mas para garantir a segurança dos banhistas, muitos lugares proíbem veículos na praia. Em outras praias autorizam carros na praia em especial os buggys, que cruzam as dunas do nordeste. Onde há placas de sinalizações onde os carros podem ou não andar.

-Ouvir música alta do lado de fora do automóvel

O CTB restringe o uso de equipamento sonoro no carro. Do uso da buzina ao volume do “pancadão”, tudo está sujeito às restrições, inclusive indo além da inflação de trânsito. Se abusar do volume, pode ser enquadrado. Pois estará incomodando o sossego alheio.

-Ar condicionado automotivo requer cuidado diferenciado na praia.

Se você faz a manutenção periódica do seu ar condicionado automotivo e utiliza o sistema por 15 minutos no mínimo semanalmente, não tem porque se preocupar.

Recomendações com o ar condicionado automotivo:

Assim que entrar no veículo abra todos os vidros e o teto-solar, e ligue somente a ventilação do carro. Espere dois minutos para que a maior parte do ar quente sair do carro, em seguida, feche os vidros e ligue o ar condicionado automotivo. Quando estiver com a temperatura agradável, desligue o recirculador.

Levar prancha e bicicleta do lado de fora do veículo

Atrás quase nunca pode, por cima está liberado. É proibido levar qualquer objeto na parte externa do veículo que esconda a placa ou as lanternas do veículo. Levar carga no teto pode, mas que não ultrapasse 50 cm de altura.

Levar cachorro solto dentro do carro

Segundo o CTB é proibido andar com seu animal na parte externa do carro. O banco de motorista é exclusivo, se o cachorro pular enquanto você estiver dirigindo, poderá levar uma multa. Deixá-lo solto no banco dianteiro direito ou no banco de trás não é proibido, mas não é recomendado. Qualquer freada ou curva pode ferir seu animal, coloque o animal adequadamente no veículo, seja em uma caixa feita para isso ou com os chamados cintos caninos.

A primeira lavagem após a praia deve ser cuidadosa

Uma lavagem completa, por cima e por baixo, com água sob pressão moderada. Pode limpar o motor também, mas o cuidado é redobrado com conexões, fios e sistemas eletrônicos.  Negue o popular óleo de mamona ou similar oferecido em alguns lugares, além de permitir que mais sujeira grude na carroceria melecada, o fluido pode atacar borrachas e outros componentes do automóvel.

 

Publicado em serviços automotivos Marcado com: ,