Dicas para manter o motor da Renault Master sempre em ordem


A linha 2014 da Renault Master foi renovada totalmente. É uma linha de utilitários que está chegando nas concessionárias Renault do país apresentando várias novidades com o foco em diminuir os custos de manutenção, com mais conforto, praticidade, segurança e robustez. Ela possui quatro modelos e versões de carroceria.

New-Renault-Master-view

As carrocerias são de minibus, cassis cabine, furgão e o vitré que é o furgão envidraçado. O novo modelo do Master apresenta duas opções para a altura do teto, com três opções de comprimento e outras três com as distâncias entre eixos. Além disso, possui várias alternativa de transformação, o que totaliza, mais de 65 configurações. Procure sempre um centro automotivo especializado para revisões preventivas.

É fabricada na nova e recentemente atualizada fábrica localizada em São José dos Pinhais e o novo utilitário, que logo em breve também será comercializado em outros países do Mercosul e da América Latina, possuem o preço em torno de 86.000,00 reais a versão chassi cabine, 89.000,00 a vitré e 113.000,00 a versão minibus.

Os designers capricharam no desenho da linha Master 2014, pois foi totalmente reestilizada e também apresenta uma grade na frente com três barras horizontais que são cromadas e os faróis alongados, que incluem as luzes de direção. Seu para choque largo possui lugar para apoiar os pés, chamados de front steps ma duas extremidades para que o acesso ao motor seja facilitado.

Na sua parte traseira, as lanternas ainda continuam com o formato vertical, porém com uma nova e envolvente disposição das luzes. A placa de identificação está localizada no lado esquerdo, um pouco mais elevado e visível. As grandes janelas das portas de trás, que são em formato assimétrico, facilitam e muito a visibilidade para o motorista. Nas laterais das versões que são de chassi longo, foram colocadas por segurança três luzes de sinalização.

O novo modelo m9T com 2.3 litros e com quatro cilindros em linha, estreou no Master no ano de 2014, com cabeçote de alumínio, duplo comando de válvulas e a alimentação é feita com o sistema common rail, com comando eletrônico, que reduz consumo de diesel e emissão de poluentes.

Dessa maneira, o novo propulsor apresenta 130 cavalos de potência e 32 kgfm de torque, o que é 15 cavalos a mais e 3 kgfm também, em comparação com a versão anterior. Essa nova motorização já obedece e respeita a norma Proconve L6 e fez com que as emissões de material particulado diminuíssem em torno de 90 por cento. É dotado de acelerador eletrônico, que é mais ágil e suave.

Seu câmbio manual apresenta seis velocidades e foi escalonado para que o torque e a boa velocidade final fossem privilegiados, na última marcha. O acionamento que se dá por cabo e alavanca instalada no painel oferecem engates curtos e bastante fáceis.

Algumas dicas simples fazem com que a Renault Master apresente um melhor rendimento e fique mais bem cuidada e conservada durante mais tempo. Em relação à bateria, caso os pólos dela estejam cobertos por uma espécie de póe esverdeado, é comum, não sendo motivo para preocupação. É o zinabre ou azinhavre, um produto que é resultante da oxidação dos terminais dos cabos, que acontece pelo contato com o ácido do interior da bateria.

É uma situação comum e não indica nenhum defeito. Para eliminar esse zinabre, basta limpar os pólos da bateria utilizando uma escova e lubrificando-os com uma pequena camada de graxa branca ou de vaselina, antes de ligar novamente os terminais.

Verifique também constantemente os filtros de ar. No manual do proprietário menciona onde localiza-se o compartimento do filtro. Em um período nunca superior a um mês, confira o seu estado. O filtro de ar, caso seja usado normalmente dura em média 10.000 quilômetros. Normalmente, pois caso seja utilizado em locais muito empoeirados ou até em estradas de terra, a frequência de troca deve ser maior.

2224-MLB4789306525_082013-O

Em alguns casos, leves batidas no filtro são suficientes para limpá-lo e dar um pouco de vida útil a mais. Nunca utilize jato de ar comprimido para limpar o filtro, pois com certeza seus elementos filtrantes serão danificados, pois ele é feito de um papel mais grosso.

Verifique constantemente os fusíveis também. Caso o farol não acenda e a lâmpada não esteja queimada, provavelmente a causa é um fusível queimado. Verifique no manual do proprietário da Renault Master onde localiza-se o compartimento de fusíveis e o que cada fusível é responsável. Depois, veja qual deles é o responsável pelos faróis, retirando-o e substituindo por um novo.

É muito importante obedecer a amperagem do fusível, nunca utilizando um fusível de 20 ampéres onde é para utilizar um de 15 ampéres. E nem o contrário. Utilize sempre a amperagem correta. Isso provavelmente causará sérios danos ao sistema elétrico do Renault Master e também pode oferecer riscos de algum curto circuito acontecer, e na pior das hipóteses até algum incêndio.

Para que essas e outras verificações sejam realizadas corretamente, por técnicos mecânicos treinados e aptos para consertar o sistema elétrico do Renault Master, bem como todos os outros sistemas dela, leve a um centro automotivo especializado. Lá serão realizadas manutenções preventivas e corretivas para solucionar os problemas existentes e prevenir alguma possível situação que aconteceria caso não houvesse essa manutenção.

 

Publicado em mecanica em geral Marcado com: , , ,